Mãe conta que ex não aceitava final de um relacionamento de cerca de 5 anos (Foto: Divulgação)

Vítima de feminicídio, Stephanie Viana Pinheiro, 20 anos, vivia um relacionamento abusivo com o ex-marido e principal suspeito do crime, contou a mãe da vítima, que preferiu ser identificada apenas como Meire. De acordo com ela, o ex era José William Almeida, 25 anos, que trabalha com serviços gerais.

Meire conta que a filha foi morar com o José aos 15 anos, quando o então marido tinha cerca de 20 anos. O relacionamento durou por volta de cinco anos.

“Ele ficava ligando pra ela e iludindo ela. Um dia, eu viajei, ele passou na minha casa e pegou ela. A gente não aceitava o relacionamento, explicamos que ela estava terminando os estudos. Aí, ele buscou ela e não dizia onde estava”, relatou. "Ele tirou ela da minha casa. Agora ela decidiu terminar e ele não aceitou".

Durante um ano, a família não sabia onde Stephanie morava. Com o contato com José, a jovem passou a ser rebelde e agressiva. Segundo a mãe da vítima, Stephanie dizia que o relacionamento era bom, mas, na verdade, o ex-marido batia e maltratava a companheira. “Minha filha dizia que amava ele e que ele era o homem da vida dela. Mas ela também tinha medo dele e nunca denunciou ele”, disse. Há alguns meses, eles estavam separados.

De acordo com Meire, a filha trabalhava como supervisora de garçons no resort Costa do Sauípe e morava em uma pousada na orla de Porto Sauípe, no município de Entre Rios, no Litoral Norte. Foi em frente ao local que ocorreu o crime, no último domingo (8). “Stephanie chegou do trabalho ontem e quando ela entrou em casa, ele seguiu ela. Ele levou minha filha para a frente da pousada e lá ele assassinou ela”, afirmou. Meire disse que a vítima conheceu o supeito no Colégio Estadual Duque de Caxias, em Entre Rios.

A outra vítima do ataque do ex-marido da jovem era um colega de trabalho de Stephanie, segundo Meire. O homem, cujo primeiro nome é José, acompanhou a vítima no caminho de volta do resort no dia do crime. Ainda de acordo com a Delegacia de Entre Rios, o amigo foi atingido no pescoço e está internado em estado grave no Hospital Geral de Camaçari (HGC).

Segundo nota da Polícia Civil, as duas vítimas deram entrada no HGC por volta das 18h40 de ontem. Stephanie não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo por volta das 19h10, informou a delegacia da cidade.

A Polícia Militar informa ainda que os agentes foram acionados pelo Centro Integrado de Comunicação (Cicom) para atender à ocorrência por volta das 16h30, na Orla de Porto de Sauípe. Em nota, a PM afirmou que, segundo informações de testemunhas, o autor do crime fugiu do local. Os militares fizeram ronda nos arredores da rua, mas o suspeito não foi identificado.

Equipes da Delegacia de Entre Rios investigam o caso de feminicídio e a tentativa de homicídio do amigo. O principal suspeito é o ex-marido de Stephanie, que ainda não foi localizado.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade