Willian Arão é um dos nomes do meio-campo do Flamengo na temporada (Foto: Reprodução )
Mesmo sem atuar pelo Campeonato Brasileiro neste próximo final de semana, quando enfrentará o River Plate no sábado (23), em Lima, no Peru, pela decisão da Copa Libertadores, o Flamengo poderá festejar o título nacional no domingo (24). Como está com 81 pontos na liderança da competição e tem 13 de vantagem sobre o Palmeiras, vice-líder, e seis vitórias a mais do que o time alviverde (25 a 19), a equipe rubro-negra vive a expectativa de comemorar a sua conquista no dia em que estará retornando da capital peruana.

Para que o Flamengo garanta a taça, basta que o Palmeiras não consiga vencer o Grêmio no domingo, no confronto que começa às 18h, no Allianz Parque, pela 34ª rodada do Brasileirão. Caso empatem com o rival gaúcho, por exemplo, os comandados de Mano Menezes poderão chegar ao máximo de 81 pontos nas quatro rodadas derradeiras. E como não eles têm mais como alcançar os flamenguistas no número de vitórias, primeiro critério de desempate em caso de igualdade na pontuação, o título estaria assegurado para a equipe carioca.


Ou seja, o Palmeiras tem a obrigação de superar os gremistas para se manter com chances de brigar pela taça. O Flamengo empatou por 4x4 com o Vasco, na última quarta-feira (13), no Maracanã, no clássico adiantado que acabou abrindo essa 34ª rodada por antecipação, tendo em vista a sua participação na decisão da Libertadores.

Caso o time dirigido por Mano Menezes derrote o Grêmio, a equipe dirigida por Jorge Jesus atuará no próximo dia 27, contra o Ceará, às 21h30, no Rio, pela 35ª jornada do Brasileirão, precisando de uma vitória para assegurar o título sem depender do resultado do duelo entre Fluminense e Palmeiras, no dia 28, também no Maracanã.

Desta forma, o Flamengo chegará a 84 pontos, marca que o Palmeiras não tem mais como atingir. Com 68, poderá somar o máximo de 83 se ganhar seus cinco compromissos finais na competição. E se a equipe paulista não derrotar os gremistas no domingo, os rubro-negros poderão festejar dois títulos em um único final de semana, caso levem a melhor sobre o River Plate na decisão de sábado contra o River, marcada para começar às 17h (de Brasília).

"Demos mais um passo rumo ao título, mas ainda não ganhamos. Está mais perto", afirmou Jorge Jesus ao comemorar a vitória por 1x0 sobre o Grêmio no último domingo (17), em Porto Alegre, onde bateu a equipe da casa mesmo atuando sem oito titulares, poupados pelo treinador português.

Apenas o goleiro Diego Alves, o meia Arrascaeta e o atacante Gabriel, autor do gol da vitória, foram os jogadores considerados titulares escalados pelo comandante. "Nosso grande objetivo era os três pontos contra o Grêmio, independentemente de quem jogasse. Todos sabem nossa ideia de jogo na equipe, com e sem bola. Nossa segurança nesse time era total. Não coloquei a maioria dos jogadores não foi para descansar. Até sábado tem muito tempo. Não coloquei porque teríamos perdido dois dias de treino com o time que pretendo colocar contra o River Plate", justificou.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade