Baraka será titular no meio-campo do Vitória (Foto: Reprodução )

É hora de dar tchau. E não há qualquer dúvida que o torcedor do Vitória está contando os minutos para acabar logo esse ano tão atribulado. Todos e todas merecem férias, afinal de contas.

A temporada do Vitória contou com turbulências dentro e fora de campo, mas antes mesmo da bola rolar para o jogo deste sábado (30), contra o Coritiba, às 16h30, dentro do Barradão, o rubro-negro conseguiu resolver sua vida e, se não deu o melhor presente possível ao seu torcedor, ao menos vai se manter no mesmo lugar.

Com 45 pontos, o Vitória só joga para cumprir tabela. Não há mais risco de rebaixamento, mas a torcida viveu dias de apuros. No primeiro turno, foram 12 rodadas seguidas dentro da zona de degola, sendo três delas na lanterna da competição.

No returno, a aflição foi menor, com apenas duas rodadas dentro do Z4. Mas o desespero não era menor: o time ficou três rodadas como porteiro da zona de degola. Por outro lado, foi no turno decisivo que o Leão engatou a sua sequência mais longeva do lado de fora. É isso que o time vive atualmente, há 11 jogos seguidos longe da zona - onde o time vai continuar até o final da competição.

Apesar de mais tranquilo, o técnico Geninho não quer clima de festa. Muito pelo contrário, a ideia do treinador do Vitória é justamente estragar a festa do Coritiba, que precisa de um empate para carimbar seu acesso à primeira divisão.

“Eu espero que isso faça com que o time jogue mais solto, que ele renda mais, que faça um futebol mais bonito”, disse Geninho.

Com 63 pontos, o time paranaense está dois pontos acima do Atlético-GO, único time que pode lhe tirar o acesso. Contudo, o Coxa Branca tem duas vitórias a mais do que seu rival e por isso um pontinho já será suficiente para terem a vaguinha na Série A confirmada.

“É um jogo que pode mexer com o campeonato, o que nos traz uma responsabilidade diferente. Uma responsabilidade de fazer um jogo onde o torcedor e imprensa vejam que o Vitória entrou em campo para vencer”, apontou o treinador.

Para a partida, Geninho não terá à disposição os volantes Lucas Cândido e Léo Gomes - dupla que já foi liberada para seus respectivos clubes, Atlético-MG e Athletico-PR. Outro que sequer vai para o jogo é o atacante Jordy Caicedo. O equatoriano ainda enfrenta uma lesão no púbis e, já que o time não precisa mais fazer resultado nenhum, o clube preferiu preservá-lo. Desde o jogo contra o Brasil de Pelotas o camisa 19 atua no sacrifício, sob recomendação médica de jogar por no máximo 20 minutos.

Ingressos

O setor popular do Vitória não pode funcionar em partidas de maior apelo devido a um acordo entre o clube, Ministério Público Estadual e Polícia Militar. Como é esperada uma presença massiva da torcida do Coritiba na partida de logo mais, o jogo não terá carga de ingressos custando R$ 10.

Com isso, restam somente os setores arquibancada e cadeira, que custam R$ 60 (inteira) e R$ 100 (inteira), respectivamente.

Torcedoras e torcedores do rubro-negro podem garantir seus bilhetes nas Lojas do Leão (Shoppings Capemi e Lapa) e no site www.futebolcard.com até às 12h30, Loja Oficial do Barradão até o meio-dia e nas bilheterias do estádio, a partir das 12h.

Criança de até 11 anos têm direito à gratuidade, desde que acompanhado pelo responsável e com documentação em mãos.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade