Ana Maria Braga revela novo câncer no pulmão (Foto: Divulgação)

A apresentadora Ana Maria Braga, 70, revelou nesta segunda-feira (27) que está enfrentando novamente um câncer no pulmão. Ao vivo, no Mais Você, ela disse que descobriu a doença no início do ano, e que até já iniciou o tratamento."É uma notícia importante, e eu acho que se faz parte da minha vida, e é importante para mim, eu quero dividir com as pessoas que são importantes para mim, que são vocês que estão aí do outro lado e me dão a oportunidade de estar aqui todos os dias", explicou.

Ela lembrou que essa é a teceira vez que ela descobre um câncer no órgão, só que agora trata-se do tipo mais agressivo da doença, que não é passível nem de radiocirugua, nem de operação - tratamentos utilizados nos episódios anteriores. Ana Maria Braga contou ainda que seguirá sendo acompanhada pelo mesmo profissional. "Meu médico disse que entrou nessa briga comigo como entrou nas outras, para granhar, e eu não tenho dúvida nenhuma que vou ganhar mais essa briga", afirmou.

Além do câncer de pulmão, Ana já enfrentou um câncer de pele, em 1991, e descobriu, em 2001, que estava com câncer detectado na virilha e no reto.

Na última sexta-feira (24), no dia do casamento da filha, a apresentadora se submeteu a um ciclo do tratamento que une quimioterapia e imunoterapia. “Eu não sabia se iria chegar aqui hoje”, disse, por conta dos efeitos colaterais do tratamento. As aplicações são feitas com intervalos de 21 dias, e a próxima sessão está prevista para o dia 14 de fevereiro. No dia 7, no entanto, ela e Louro José saem de férias por três semanas, o que já estava marcado desde o ano passado. 

Nas redes sociais, o público emitiu vibrações positivas para a apresentadora. "Ela falando com toda calma que não é operável e como ela tá se tratando... é de cortar o coração", disse um. "Ana, parabéns por sua força e coragem. Mais uma vitória lhe aguarda", disse outro.

"Eu espero estar com vocês todos os dias até o dia 7, e voltar depois do Carnaval. Quero contar com sua força, com seu carinho, com suas orações", pediu.

"A vida continua normal, eu tenho muita fé, eu tenho uma força que vem de Deus, e eu acredito que vou sair dessa, e vou estar dividindo isso com vocês" - Ana Maria Braga

Fátima Bernardes começou o Encontro apoiando a colega, e dizendo que ela ia superar mais essa."Um beijo meu, Ana, e de toda a nossa equipe. Você, como sempre, nos surpreende. A sua verdade, a força com que você faz o seu trabalho. Nós também temos certeza de que você vai vencer mais essa etapa. Não é a primeira vez , nem a segunda, mas tenho muita convicção e fé de que, realmente, toda energia e todas as orações, todo o tratamento que você vai fazer, vai resultar em algo positivo."
"Logo, logo, estaremos comemorando mais uma vitória. Muito obrigada por dividir com a gente. Você é uma inspiração pela verdade, pela coragem e pela franqueza que você trata o seu público."

Confira trecho da fala de Ana Maria Braga:

"Todas as coisas que fazem parte do meu dia a dia, e que podem modificar a nossa relação, a minha aqui desse lado, e a sua aí do outro lado, e você que me acompanha há bastante tempo sabe bem disso, eu não consigo fazer diferente do que isso que eu vou fazer agora. Eu quero muito agradecer a oportunidade que a Globo está me dando, dos dirigentes, por me permitirem ser a Ana Maria que sou, a amiga que sou, por serem tão meus amigos e me permitirem ser da forma que sempre fui. Há 20 anos aqui na Globo, e eu sempre recebi o maior apoio de todo mundo. É uma notícia importante, e eu acho que se faz parte da minha vida, e é importante para mim, eu quero dividir com as pessoas que são importantes para mim, que são vocês que estão aí do outro lado e me dão a oportunidade de estar aqui todos os dias. Se você não estiver aí do outro lado, não tem porque a Globo me manter aqui, nem qualquer empresa, na verdade. Então, só recordando um pouqinho, eu tive dois pequenos cânceres de pulmão no passado, e vocês me deram força: um foi operado, e outro foi tratado com radiocirurgia. Agora, infelizmente, eu fui diagnosticada com um outro câncer de pulmão, um adenocarcinoma, semelhante aos outros, que é mais agressivo, mas não é passível de cirurgia nem de radioterapia. Então, eu descobri esse novo câncer no começo do ano, já estava sabendo disso antes de vir aqui com o encaminhamento que vou ter no meu tratamento, e já no dia 24 de janeiro, no casamento da minha filha, eu recebi o primeiro ciclo de tratamento que constitui numa combinação de quimioterapia com imunoterapia, no hospital, lá em São Paulo. Eu não sabia, na verdade, se eu conseguia chegar aqui hoje. Tem efeitos colaterais, não vai cair o cabelo, mas tem sintomas que quem faz quimioterapia sabe, que tem dias que você fica mais sensível. É por isso que preciso falar com vocês daí de casa". 

 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade