A peça Ó Pai Ó está em cartaz a partir desta quinta-feira (30), no Teatro Vila Velha (Foto: Reprodução)

Para comemorar os 30 anos que completa em outubro, o Bando de Teatro Olodum convida atores da velha guarda para reapresentar um clássico de seu repertório: a peça Ó Pai Ó. Em cartaz a partir desta quinta-feira (30), no Teatro Vila Velha, o espetáculo traz de volta personagens emblemáticos como o taxista Reginaldo, a comerciante Neuzão, a esotérica Raimunda e a evangélica Dona Joana.

“É sempre importante estar fazendo Ó Pai Ó, pelo que significou há 28 anos, quando a gente construiu o espetáculo que tem uma temática tão atual. Hoje não faço parte do grupo, mas faço parte da formação. A cada ano que a peça volta à cena, sempre que posso estou lá”, comemora a atriz Luciana Souza, 57 anos, que interpreta Dona Joana na peça criada dois anos depois da fundação do Bando.

Além de Luciana, que recentemente fez parte do premiado filme Bacurau, a peça Ó Pai Ó vai reunir atores como Nilton Rangel, Lázaro Machado, Edvana Carvalho, Rejane Maia, Cássia Valle, Jorge Washington e Leno Sacramento. “Ó Pai Ó traz a velha guarda, mas traz também uma nova composição. É muito bom isso, é um oxigênio que dá”, aprova Luciana.

Mesmo sendo o mesmo texto, a atriz diz que é sempre divertido voltar à peça que virou filme, série e terá a sequência Ó Pai, Ó 2. Apesar de ter muita coisa pra comemorar, porém, Luciana acredita que é necessário refletir sobre as condições do grupo “que imprimiu uma representação de negros até então inexistente na Bahia e que volta a cartaz sem patrocínio”. “É otimista, mas doloroso. Não é fácil, mas a gente não desiste”, finaliza.


Serviço


O quê: espetáculo Ó Pai, Ó
Onde: Teatro Vila Velha (Campo Grande | 3083-4600)
Quando: De quinta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h (exceto 02/02). Temporada até 9/2
Ingresso: R$ 40 | R$ 20

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade