Categoria reivindica reajuste de 12,8% e outros pontos como, um projeto de mudança da previdência dos servidores públicos. (Foto: Divulgação)

Os professores da rede estadual iniciaram, nesta terça-feira (18), uma paralisação de 48 horas, conforme informou o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB). A categoria pede, entre outras coisas, um reajuste salarial.

Não há detalhes se os professores da rede municipal também aderiram ao ato. Além da paralisação, os professores organizaram um protesto na manhã desta terça-feira, no Farol da Barra, em Salvador. A manifestação não atrapalha o trânsito no bairro.

O G1 entrou em contato com a Secretaria de Educação do Estado (SEC) e aguarda posicionamento. A equipe de reportagem também tentou contato com algumas escolas, três unidades de ensino não atenderam e outra informou que não havia aula na unidade de ensino.

A categoria reivindica, entre outras coisas, o reajuste de 12,8%, um projeto de mudança da previdência dos servidores públicos, piso salarial, reforma do ensino médio e bolsa auxílio.

A paralisação foi decidida em uma assembleia que aconteceu na manhã de segunda-feira (17). Segundo a APLB, no dia 4 de março, outra assembleia será realizada para avaliar os rumos da categoria, que poderá entrar em greve por tempo indeterminado.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade