Domingo, 17 de Janeiro de 2021
(71) 99663.6360
Geral Salvador

Polícia divulga quem são os atiradores que mataram três pessoas na Praia de Jaguaribe

Suspeitos são primos e atuam nos bairros de Vila Canária e Castelo Branco

08/01/2021 17h27
Por: Maryane Meira
Divulgação/Polícia Civil
Divulgação/Polícia Civil

A polícia divulgou quem são os atiradores responsáveis pelo ataque que deixou três mortos na Praia de Jaguaribe, na última terça-feira (5). Os criminosos são Felipe Nauã Fiúza Moreira e Caio Mateus Fiúza Catarino, ambos de 25 anos.

Os dois são primos e foram à praia para executar o traficante Lucas Santos da Cruz, que tinha 27 anos, que foi atingido e morreu no local. Eles também atingiram e mataram Juliana Celina da Santana Silva Alcântara, de 20 anos, e de Igor Oliveira Lima Filho, de 16 anos. Ambos estavam na areia quando ocorreu o atentado e não tinham nenhum envolvimento com  criminalidade.

A dupla, que segue foragida, entrou para o Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública. As informações foram reveladas por Fontes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) na tarde desta sexta-feira (8), às 16h30, em uma coletiva virtual sobre o andamento das investigações do triplo homicídio.

Antes mesmo do atentado na praia, os bandidos, que possuem extensa ficha criminal, já tinham mandado de prisão expedido. 

Os primos foram reconhecidos com o auxílio de imagens de câmeras de segurança, além dos depoimentos dos três criminosos presos por participarem do crime. Até o momento, a polícia já prendeu dois motociclistas responsáveis por irem à praia antes do crime para ver se havia blitz ou policiamento no local, além de apontar onde estava Lucas e transportar os criminosos na fuga. Os condutores das motos receberam R$ 50 e R$ 30 pelo serviço. Além deles, também foi preso o taxista responsável por levar Felipe e Caio ao local do crime e auxiliá-los na fuga.

"No dia de ontem, foi possível a identificação de mais um veículo envolvido no caso. Um táxi, que levou os criminosos até as proximidades e ficou sendo vigiado por horas até o proprietário aparecer e ser abordado pelas nossas equipes. Ao ser confrontado, ele confessou a participação no transporte dos atiradores e cooperou com a investigação”, conta o delegado José Bezerra, também responsável pela investigação. 

Bandidos
Felipe figura a carta Rei de Copas. Ele atua no bairros de Castelo Branco e Vila Canária, possui passagens por latrocínio e porte ilegal de arma de fogo, cumpria pena no regime semiaberto, na Colônia Penal de Simões Filho, de onde fugiu no dia 8 de agosto do ano passado.

Já Caio, que agora é o Cinco de Paus, também tem como área de atuação o bairros de Castelo Branco e Vila Canária.

O motorista, que alugou o táxi para participar da ação, também possui ficha criminal e já é conhecido por atuar auxiliando fuga de bandidos em ações criminosas. “É importante ressaltar que o motorista também tem um histórico criminal. Ao todo, são cinco ações penais como crime contra patrimônio e roubo de veículos que existem contra ele. Já é, inclusive, figura conhecida na prática de transporte de criminosos”, acrescenta Bezerra.

Assim como os sobreviventes daquela tarde de terror na Praia de Jaguaribe, os coautores, que transportaram os criminosos, foram essenciais para identificação dos atiradores e a aproximação para que a polícia chegasse ao nome do mandante do ataque.

Quem tiver qualquer informações sobre a dupla pode denunciar através dos telefones 3235-0000 (Salvador e RMS) e 181 (interior) ou pela plataforma on-line do ‘Denuncie Aqui’, disponibilizada no site disquedenuncia.com. O denunciante não precisa se identificar.

Relembre o crime
Por volta das 15h desta terça-feira (5), banhistas se divertiam na Praia de Jaguaribe, quando um grupo de cinco homens armados invadiu a faixa de areia atirando. O alvo da ação era Lucas, que correu, mas foi alcançado e morto no local. A estudante de biomedicina na Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública Juliana e o adolescente Igor estavam na linha dos tiros e acabaram sendo atingidos e mortos. 

A mãe de Juliana Celina estava na hora quando a filha foi baleada e passou mal, precisando ser socorrida e medicada. Um outro rapaz que estava na praia, André Luiz Cunha dos Santos, que também não tem envolvimento com a criminalidade, foi atingido e sobreviveu. Ele foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde passou por cirurgia.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Mata de São João - BA
Atualizado às 16h12 - Fonte: Climatempo
31°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 32°

32° Sensação
20 km/h Vento
47.9% Umidade do ar
80% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (18/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (19/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 32°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias