Segunda, 01 de Março de 2021
(71) 99663.6360
Geral Itanagra

Prefeito de Itanagra culpa antiga gestão pelas doses insuficientes da vacina contra covid-19

Conforme Sarmento, as doses recebidas foram com base nos dados errados deixados pela antiga administração

21/01/2021 10h51 Atualizada há 1 mês
Por: Maryane Meira Fonte: Mais Região
Reprodução
Reprodução

Após encontrar documentos queimados, cadastros do Bolsa Família apagados, salas sem chaves, o prefeito de Itanagra, Marcus Sarmento (PP) tem mais um desafio pela frente: quantidade insuficiente para vacinar a população contra covid-19 nesta primeira fase. Em entrevista no Programa É do Povo, Sarmento esclareceu que as 42 doses entregues para imunizar a população foram com base nos dados errados deixados pela antiga administração - gestão da ex-prefeita Dania (PT).

“Fomos prejudicados com a vacina da Covid-19. Porque toda base de dados de distribuição de vacina eram de profissionais cadastrados na área de saúde para ser a primeira linha de frente vacinada e isso também foi baseada na vacinação da influenza, que era para gestão ter feito. Como era poucos casos da saúde só recebemos 42 doses da vacina, número irrisório que não dá nem para vacinar meu corpo que está na linha de frente. Mas, culpar governo estadual e federal seria loucura minha, porque eles fazem com base nos dados e os dados que a gestora deixou é que não existia profissionais de saúde, só existia 40 funcionários e hoje nós temos mais de 100", esclarece.

Ainda conforme Sarmento, dados revelam que o Ministério da Saúde no ano passado fez um repasse financeiro significativo para o município e nenhuma ação foi realizada no enfrentamento à doença. “Para mais uma surpresa nossa, soubemos que recebemos do Ministério da Saúde, no ano passado, um valor  grande para ser investido na Covid-19 e o município não tem nenhuma ação de combate à Covid-19”, destaca.

Sobre as doses da coronavac

Com doses insuficientes para o público alvo da primeira fase, o município iniciou a imunização dos mais idosos profissionais da saúde. “Essas primeiras doses não foram suficientes para o pessoal da linha de frente, então priorizamos os mais velhos, com idade mais avançada, que estão na linha de frente, todos da saúde. Alguns profissionais ficaram descobertos", explica.

Segundo o gestor, a administração não vai poupar esforços para adquirir mais doses. “Já dei ordens ao meu secretário de Saúde pra gente comprar diretamente, seja da Índia, seja da Alemanha ou pelo próprio Butantan, para a gente ter a nossa vacina, independente do governo estadual ou federal”, ressalta.

Ao final da entrevista o prefeito pediu a colaboração dos munícipes quanto as medidas de prevenção contra o vírus. “ A pandemia não acabou, o uso de máscara tem que ser contínuo, tem que ser perene. Sei que é difícil pedir para a população da Itanagra lavar as mãos porque a cidade tem 80% de área não coberta de água encanada, a cidade não tem água nem para lavar as mãos e tomar banho. Já estamos licitando poços artesianos na cidade. Vamos começar a cada mês cavar dois poços, para em um ano acabar com a falta de água na cidade”, conclui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.