Sábado, 15 de Junho de 2024 17:30
(71) 99663.6360
Esporte Fórmula 1

Debaixo de chuva, Verstappen acerta na estratégia e vence GP do Canadá

Piloto somou sua terceira vitória consecutiva no Grande Prêmio do Canadá

10/06/2024 08h05
Por: Redação Fonte: A Tarde
Reprodução | Twitter
Reprodução | Twitter

O piloto holandês Max Verstappen (Red Bull), líder do Mundial de Fórmula 1, somou sua terceira vitória consecutiva no Grande Prêmio do Canadá, disputado sob chuva neste domingo (9), em Montreal.

Os britânicos Lando Norris (McLaren) e George Russell (Mercedes) completaram o pódio no circuito Gilles Villeneuve, na nona das 24 corridas da temporada.

Lewis Hamilton (Mercedes) foi ultrapassado no último momento por Russell, que havia largado na pole position, e teve que se conformar com o quarto lugar em uma prova que já ganhou sete vezes. O australiano Oscar Piastri (McLaren) foi o quinto e o espanhol Fernando Alonso (Aston Martin) foi o sexto.

O mexicano Sergio Pérez (Red Bull) abandonou a corrida após um acidente na volta 53 (de 70), enquanto a Ferrari viveu seu pior fim de semana do ano com os abandonos de Charles Leclerc e Carlos Sainz.

A primeira metade da corrida foi de várias trocas na liderança debaixo de chuva entre Russell, Norris e Verstappen.

Mais tarde, já com sol, o tricampeão mundial conseguiu aproveitar que a pista secou para assumir a ponta e segurar os rivais em um circuito que dificulta as ultrapassagens.

"Foi uma corrida muito louca, muitas coisas aconteceram. Acho que paramos na hora certa e pude administrar bem a vantagem", comemorou Verstappen. Foi uma corrida muito divertida".

Depois de ficar fora do pódio em Mônaco, o holandês somou sua sexta vitória no ano e a terceira consecutiva no Canadá.

O piloto da Red Bull, de 26 anos, vem tendo domínio absoluto na F1 e acumula 50 vitórias em suas últimas 75 corridas.

Acidentes e abandonos

Como nos dias de treino, a corrida começou com pista molhada, o que motivou estratégias conservadoras dos pilotos na frente do grid.

Russell manteve a pole à frente de Verstappen, enquanto na parte de trás o mexicano Sergio Pérez (Red Bull) teve um contato com o francês Pierre Gasly (Alpine) que não foi investigado.

Embora o sol tenha secado brevemente a pista, os pilotos tomaram posição para o retorno da chuva em poucos minutos.

Verstappen, que não encontrava espaço para atacar Russell, teve um descuido em uma curva e foi para a grama, dando oportunidade para Norris fazer a ultrapassagem com uma grande manobra na 20ª volta.

O britânico da McLaren aproveitou o embalo e também ultrapassou Russell para assumir a liderança da prova.

Na mesma ação, Russel espalhou e Verstappen se colocou na segunda posição quando a corrida foi interrompida devido a um problema na Williams do americano Logan Sargeant, que parou na pista.

Os pilotos aproveitaram para passar pelos boxes, exceto Norris, que parou um pouco depois, em uma falha de estratégia que custou a liderança, agora nas mãos de Verstappen.

Pouco depois, o monegasco Charles Leclerc abandonou a corrida quando ocupava a última posição, encerrando um fim de semana de pesadelo para o vencedor do GP de Mônaco.

Na volta seguinte, o outro piloto da Ferrari, o espanhol Carlos Sainz, também abandonou depois de perder o controle do carro.

Posteriormente, foi Pérez quem saiu da corrida depois de bater no muro e danificar a parte traseira de sua Red Bull.

Fora de todos os incidentes, Verstappen dominava a corrida com a missão de neutralizar os ataques da McLaren e da Mercedes.

Favorecido pelo sol e pela pista seca, o atual campeão foi aumentando a distância para os rivais enquanto a emoção se concentrava na luta até o final entre os Russell e Hamilton.

Classificação do Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1:

1. Max Verstappen (HOL/Red Bull) 1h45m47s927

2. Lando Norris (GBR/McLaren-Mercedes) +3.879

3. George Russell (GBR/Mercedes) +4.317

4. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) +4.915

5. Oscar Piastri (AUS/McLaren-Mercedes) +10.199

6. Fernando Alonso (ESP/Aston Martin-Mercedes) +17.510

7. Lance Stroll (CAN/Aston Martin-Mercedes) +23.625

8. Daniel Ricciardo (AUS/Racing Bulls-Red Bull) +28.672

9. Pierre Gasly (FRA/Alpine-Renault) +30.021

10. Esteban Ocon (FRA/Alpine-Renault) +30.313

11. Nico Hülkenberg (ALE/Haas-Ferrari) +30.824

12. Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari) +31.253

13. Valtteri Bottas (FIN/Sauber-Ferrari) +40.487

14. Yuki Tsunoda (JPN/Racing Bulls-Red Bull) +52.694

15. Zhou Guanyu (CHN/Sauber-Ferrari) +1 volta

Volta mais rápida da corrida: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:14.856 na 70ª volta (velocidade média: 262,151 km/h)

- Abandonos:

Logan Sargeant (EUA/Williams-Mercedes): acidente na 26ª volta

Charles Leclerc (MON/Ferrari): falha de motor na 52ª volta

Carlos Sainz (ESP/Ferrari): acidente na 53ª volta

Alexander Albon (TAI/Williams-Mercedes): acidente na 53ª volta

Sergio Pérez (MEX/Red Bull): acidente na 58ª volta

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mata de São João, BA
Atualizado às 17h04
23°
Tempo nublado

Mín. 19° Máx. 28°

24° Sensação
1.46 km/h Vento
86% Umidade do ar
100% (2.46mm) Chance de chuva
Amanhã (16/06)

Mín. 19° Máx. 28°

Chuvas esparsas
Amanhã (17/06)

Mín. 19° Máx. 27°

Chuva