Terça, 16 de Julho de 2024 06:41
(71) 99663.6360
Dias d'Ávila Dias d'Ávila

Castro revela dividas deixadas por Jussara na Saúde e diz que atendimentos quase foram suspensos

Alberto Castro aponta dívidas e abandono como legado da ex-prefeita Jussara Márcia

13/06/2024 13h58 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Fonte: Mais Região
Reprodução/Programa Fala Povo
Reprodução/Programa Fala Povo

Na manhã desta quarta-feira (12), o prefeito de Dias d'Ávila, Alberto Castro (PSDB), concedeu uma entrevista ao programa Fala Povo, onde criticou duramente a gestão da ex-prefeita Jussara Márcia, pré-candidata pelo PT. Castro relatou ter assumido uma prefeitura com muitas dívidas nos primeiros meses de mandato.

"Ela foi embora daqui e passou três anos praticamente sem atender uma ligação, sem pisar em Dias d'Ávila, e para ela Dias d'Ávila não existia. Apareceu recentemente com um discurso, passou por várias situações que a gente lamenta realmente, mas que deixou de atender as pessoas, de procurar as pessoas, devido aos problemas que ela enfrentou, que realmente foram tragédias, não vale nem a pena comentar aqui," destacou Castro.

O prefeito não poupou críticas ao afirmar que a cidade foi deixada "à Deus dará". Ele mencionou que herdou uma situação de destruição e endividamento, com o hospital em reforma inconclusa, postos de saúde deteriorados e escolas em péssimas condições. "Conseguimos reformar seis postos, não conseguimos reformar todos ainda porque pra executar qualquer trabalho precisa de recurso e depende dinheiro e nós temos que ter a responsabilidade de honrar com os fornecedores e isso não existia antes," ressaltou.

Alberto Castro apontou melhorias em sua gestão, especialmente na área da Saúde, citando a dívida herdada com a Policlínica Metropolitana que quase resultou na suspensão do atendimento aos cidadãos de Dias d'Ávila. "Quando eu cheguei aqui, a Policlínica tinha meses sem receber. E mesmo assim, eu conversei na época com Moema Gramacho [presidente do Consórcio na época], que deu continuidade ao nosso atendimento mesmo devendo no passado. Pagamos a dívida do passado, 500 ou 600 mil," revelou.

Entre os avanços destacados pelo prefeito estão a Emergência Pediátrica, que já atendeu mais de 11 mil crianças desde a inauguração, o Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) que atende pacientes em suas residências com uma equipe multiprofissional, e a melhoria nos atendimentos prestados pela UPA com a ampliação de profissionais e equipamentos novos. Outro ponto mencionado foram os investimentos nos Corujões de Saúde e a ampliação dos serviços odontológicos.

Castro também comentou sobre as mais de 3 mil rescisões de trabalhadores da prefeitura que ficaram sem pagamento durante a gestão de Jussara Márcia. "Um absurdo, pessoas que trabalharam na prefeitura e não recebiam, era uma prática normal," concluiu.

A entrevista evidenciou o contraste entre as duas gestões e destacou os desafios enfrentados pelo atual prefeito na reconstrução dos serviços públicos do município.

Confira a entrevista na íntegra

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Mata de São João, BA
Atualizado às 05h50
22°
Tempo nublado

Mín. 20° Máx. 28°

23° Sensação
0.13 km/h Vento
99% Umidade do ar
100% (5.65mm) Chance de chuva
Amanhã (17/07)

Mín. 18° Máx. 27°

Tempo nublado
Amanhã (18/07)

Mín. 19° Máx. 27°

Chuvas esparsas