Sábado, 08 de Maio de 2021
(71) 99663.6360
Geral Sem sedativos

'Intubar um paciente sem sedação é desumano', diz anestesista

Integrante do comitê de crise do Hospital de Caridade, em Florianópolis, afirma que o estoque de remédios está no limite

18/04/2021 10h14 Atualizada há 3 semanas
Por: Keila Abreu Fonte: CNN Brasil
Reprodução/ Desconhecida
Reprodução/ Desconhecida

O conjunto de remédios utilizado para a intubação de pacientes com Covid-19 que necessitam receber ventilação mecânica está esgotando em diversas regiões do país. Já há relatos, inclusive, de médicos que tiveram que fazer o procedimento sem o uso dos sedativos.

“Intubar um paciente acordado é quase impossível e desumano”, diz a anestesista e integrante do comitê de crise do Hospital de Caridade, em Florianópolis, Karin Elisa Chemes.

Chemes explica que, embora os estoques estejam chegando ao fim, sua equipe tem conseguido utilizar medicamentos mais antigos, que não são os mais indicados.

“Com a expertise dos anestesistas, a gente tem um pouco de maleabilidade em relação às drogas utilizadas. Então, nós estamos utilizando hoje drogas que talvez não fossem a nossa primeira escolha, mas são as drogas disponíveis e que promovem o mesmo efeito. Drogas um pouco mais antigas”, conta.

 

Chemes ressalta que a falta de remédios para intubação e a sobrecarga causada pela Covid-19 paralisaram as cirúrgias eletivas. “Foram suspensas todas as cirurgias eletivas que utilizam anestesia geral e que têm possibilidade de UTI no pós operatório.”

Sobre uma perpectiva de melhora do quadro atual, ela diz que apenas a redução de casos de Covid-19 pode resolver a crise, já que não se trata de um problemas somente de distribuição dos remédios, mas as próprias farmacêuticas já não têm condições de entregar a quantidade solicitada pelos hospitais. 

“Começar um plantão de manhã e saber que não vai ter droga até o final do expediente é a mesma coisa que um piloto de avião estar voando e dizer assim: ‘Nós vamos até Fortaleza, mas a nossa gasolina só chega até São Paulo’. É uma situação extremamente desesperadora", compara.

Ela conta que uma equipe de anestesistas em Mato Grosso está fazendo um treinamento dentro das UTI's com aplicação de outros remédios. "Não são sedativos nem relaxantes musculares, são drogas que quando utilizadas diminuem o consumo em até 30%, 40% dos sedativos e dos relaxantes.”

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Dias d'Ávila - BA
Atualizado às 09h44 - Fonte: Climatempo
29°
Pancada de chuva

Mín. 23° Máx. 30°

31° Sensação
14.3 km/h Vento
61.2% Umidade do ar
90% (30mm) Chance de chuva
Amanhã (09/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 27°

Chuvoso
Segunda (10/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 27°

Chuvoso