Quarta, 01 de Dezembro de 2021 02:54
(71) 99663.6360
Mata de São João Vila de Sauipe

‘Ele não gosta de pobre’, diz vereador Dadau sobre ex-presidente da Câmara

No quadro ‘Curti ou Cancela’ do programa, o vereador Dadau justificou o cancelamento relatando as atitudes do ex-vereador.

19/10/2021 11h08 Atualizada há 1 mês
Por: Maryane Meira Fonte: Mais Região
Keila Abreu
Keila Abreu

O vereador de Mata de São João, Dadau Reis (PSDB, fez uma declaração polêmica durante participação no Programa É do Povo, da Rádio Sauipe FM, a manhã desta terça-feira (19). O parlamentar não curtiu o ex-presidente da Câmara de Mata de São João, Agnaldo de Lulu, no quadro ‘Curti ou Cancela’ do programa, e justificou o cancelamento relatando as atitudes do ex-vereador.

“Agnaldo é um cara nativo de Sauipe, que não vive em Sauipe, deixa a entender que não gosta de Sauipe e as pessoas sabem disso. Não gosta de pobre, ele disse que não gosta de pobre. Só vai a Sauipe para turismo e disse que não da mais atenção ao povo porque não é mais vereador e antes, quando era vereador, se escondia do povo. Eu não curto pelas atitudes e ofensas”, afirma.

Dadau ainda relatou que Agnaldo não comparecia assiduamente em Sauipe, enquanto vereador. “Ele dizia que era liderança de Sauipe e estava em Sauipe a cada seis meses. O trabalho dele não funcionava, prova disso foi o resultado nas urnas”, afirma.

Reis reelembrou durante a entrevista um episódio envolvendo o ex-vereador Agnaldo durante a campanha eleitoral. "Na campanha mesmo ele [Agnaldo Carodoso] foi lá para Sauipe de Ferrari", contou. Na época, a presença do veiculo numa carreata do ex-presidente repercutiu nas rede sociais. 

O vereador Dadau é natural de Mata de São João, da Vila Sauipe. Edil de primeiro mandato, eleito pelo PSDB com 1092 votos nas últimas eleições de 2020. 

Assista ao quadro Curti ou Cancela

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.