Quarta, 21 de Abril de 2021
(71) 99663.6360
Entretenimento Pegou ar

Gagliasso e Collor batem boca na internet: ‘Vai trabalhar e me respeite’

Ex-presidente não gostou de ver críticas à política econômica do seu governo

10/02/2021 16h11
Por: Maryane Meira
Reprodução
Reprodução

O ator Bruno Gagliasso discutiu com o senador Fernando Collor (Pros) depois de criticar as políticas econômicas de quando este era presidente do Brasil. Nas redes sociais, o ator chamou atenção para a aproximação d Collor com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Chega a ser uma piada esse presidente que representaria tudo de 'novo' trazer pra ser seu conselheiro econômico um sujeito que fez tantas famílias sofrerem com sua política econômica. BolsoCollor é um escárnio", escreveu o ator.

O ex-presidente, que tem buscado uma presença mais intensa e reinventada nas redes sociais, não deixou a crítica passar em branco. Ele acusou Gagliasso de tentar "lacrar" às suas custas. 

"Sujeito, para de espernear e querer lacrar. Aproveita o tempo vago e vai fazer algo de útil pelo Brasil. Se não conseguir, vai para Noronha e para de encher o saco", respondeu o político.

Gagliasso respondeu mandando Collor ir trabalhar. "Tá querendo palco, irmão? Eu não ganho dinheiro do povo pra estar no Twitter ofendendo os brasileiros. Eu sou um brasileiro pagador de impostos e você é meu funcionário. Vai trabalhar e me respeite."

O ator voltou a falar das reformas econômicas do Plano Collor, nos anos 1990. "Esse debochado vem aqui me ofender depois de eu retuitar um monte de sonhos esmagados pelo que ele fez com esse país. Inclusive minha amiga Fabiula Nascimento e eu vou deixar quieto? Nunca", disse. Ele também criticou a postura de Collor com ele. "Num país decente, o político me apresentarias O TRABALHO dele, com educação, pra que eu mudasse ou não de opinião. No Brasil o sujeito se acha no direito de xingar o povo. É inacreditável", finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.