Quarta, 21 de Abril de 2021
(71) 99663.6360
Esporte E. C. Bahia

Com o bafo do Z4 no cangote, Dado estreia no Bahia contra o Inter

Tricolor precisa vencer ou torcer contra o Vasco para não virar o ano na zona

27/12/2020 11h24 Atualizada há 4 meses
Por: Maryane Meira Fonte: Correio 24h
Reprodução
Reprodução

Pressionado. É assim que Dado Cavalcanti estreia como treinador do Bahia, neste domingo (27), contra o Internacional. Menos pela confiança da torcida sobre ele do que pela situação do time, que pode entrar na zona de rebaixamento do Brasileirão caso não vença na Fonte Nova, às 16h.

Se não ganhar em casa, o tricolor precisará ficar atento ao resultado de Athletico-PR x Vasco, que começa às 18h15 também do domingo. O Esquadrão, 16º, e o time carioca, 17º, têm os mesmos 28 pontos. A diferença está no número de vitórias, oito contra sete.

Desnecessário dizer que o estreante Dado não tem culpa pela situação. O time, que começou o campeonato com Roger Machado e estava sob o comando de Mano Menezes até o domingo passado, vive a pior sequência da Série A, com cinco derrotas. Também tem a pior defesa, tendo sofrido 46 gols em 26 jogos (1,7 gol por partida).

Sobre o novo treinador, fica a lembrança do bom trabalho no comando do elenco de aspirantes, no início deste ano. “A expectativa do trabalho com ele é boa. O grupo tem como característica receber muito bem todos que chegam. Dado já trabalha conosco, então conhece a maioria dos atletas. Espero que dê muito certo”, disse o volante Gregore.

Será a última partida do Bahia em 2020. Depois, o retorno a campo ocorrerá no dia 6 de janeiro, contra o Grêmio, em Porto Alegre, já pela 28ª rodada. Ou seja, virar o ano fora do Z4 para enfrentar os 10 últimos jogos do campeonato já seria um grande fator de incentivo.

“Não conseguimos nos afirmar nesse ano, um ano difícil para nós. Tecnicamente, não rendemos o que foi esperado. Mas temos que reagir e sair logo dessa situação. Quanto mais longe possível da zona, melhor”, disse Gregore.

Fato é que Dado já tem problemas suficientes para montar a equipe. Os meias Rodriguinho e Daniel estão fora por suspensão. O lateral Zeca e o volante Ramon não podem enfrentar o Inter por questão contratual, já que pertencem ao time gaúcho e estão emprestados. Élber segue lesionado. Com isso, ele não joga mais pelo Bahia, já que o contrato acaba no dia 31. O também atacante Fessin e o zagueiro Lucas Fonseca completam a lista de machucados.

Outro que não estará na lista de relacionados é o volante Elias. Em entrevista ao site NE45  durante a semana, Dado Cavalcanti disse que não conta com o veterano.

Por outro lado, o meia Indio Ramírez está livre para jogar, pois foi reincorporado à equipe na quinta-feira, três dias após ter sido afastado pela direção por causa da denúncia de racismo feita pelo meia Gérson, do Flamengo. O Bahia não encontrou provas para mantê-lo afastado. Como os treinos foram fechados, não houve divulgação se Ramírez continuará como titular.

Em sua estreia, Dado enfrentará um treinador que pode estar se despedindo do Internacional. O colorado terá um novo presidente a partir de janeiro, e a situação de Abel Braga está indefinida, já que a nova diretoria já contratou o espanhol Miguel Ángel Ramírez para a temporada 2021, que só começará em fevereiro.

O novo presidente quer que Abel fique até o final do contrato, em fevereiro, mas o técnico estaria insatisfeito, ainda que o Inter esteja no G4 - é o 4º colocado, com 44 pontos.

Prováveis escalações:

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Edson, Gregore e Ronaldo; Rossi, Gilberto e Ramírez.

Internacional: Danilo Fernandes; Rodinei, Lucas Ribeiro, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado; Caio Vidal, Edenílson, Bruno Praxedes e Patrick; Thiago Galhardo.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.