Segunda, 21 de Setembro de 2020
(71) 99663.6360
Esporte E. C. Vitória

Léo Ceará e Carleto participaram de 39% dos gols do Vitória

Curiosamente, artilheiro e garçom viveram momentos turbulentos logo após o retorno das competições

08/09/2020 11h14
Por: Maryane Meira
Divulgação
Divulgação

Eles tiveram um recomeço de temporada um tanto atribulado fora de campo, mas os números atestam que são fundamentais para o Vitória. Léo Ceará e Thiago Carleto são artilheiro e garçom do time no ano, respectivamente.

Juntos, o centroavante e o lateral esquerdo participaram de 39% dos gols do Vitória em 2020. O percentual poderia até ser maior se duas das assistências do atual capitão não tivessem sido para o atacante. Decisivos no triunfo por 4x2 contra o Cuiabá, eles estarão presentes diante do Cruzeiro, sexta-feira (11), às 21h30, no Mineirão, pela 9ª rodada da Série B.

Léo Ceará assinou sete dos 41 gols comemorados pelo Vitória este ano. Ele balançou a rede três vezes antes da paralisação dos campeonatos, consequência da pandemia de coronavírus, e outras quatro no pós-retorno. Além disso, também deu uma assistência no primeiro trimestre. Em uma conta isolada, o atacante participou de 19,5% dos gols feitos pelo Leão. 

O centroavante revelado na Toca do Leão participou de 17 dos 21 jogos disputados pelo time principal do Vitória. Não estão contabilizados aí as nove partidas do Campeonato Baiano, em que o clube foi representado inicialmente pelo time de aspirantes e, posteriormente, por uma equipe alternativa, que mesclou titulares e reservas.  

Léo Ceará foi aproveitado todas as vezes em que esteve disponível. A única suspensão por cartões amarelos foi cumprida contra o ABC, na 6ª rodada da Copa do Nordeste. O atacante poderia ter vestido a camisa vermelha e preta mais vezes se não tivesse sido afastado do elenco em dois momentos, em janeiro e em julho. A medida foi tomada pelo clube para pressionar o atacante a renovar contrato. No fim, fez-se um acordo em que ele estendeu até o final de janeiro e sairá de graça com o Vitória mantendo 30% dos direitos econômicos.

As decisões da diretoria fizeram o jogador não atuar três partidas da Copa do Nordeste. Ele ficou fora dos empates com Sport e Botafogo-PB, na fase classificatória, e também da derrota para o Ceará, nas quartas de final, que resultou na eliminação do regional.  

No retorno do Campeonato Baiano, o elenco principal ficou responsável pelos dois jogos que restaram da fase classificatória e, após empates com Bahia de Feira e Doce Mel, o time amargou a eliminação do estadual. O atacante também não esteve à disposição.

NAS REDES

Thiago Carleto viveu turbulência diferente e em menor intensidade. No final do mês passado, o lateral esquerdo rebateu crítica de torcedor em uma rede social. "Carleto não tem mais condições. Ano passado foi um dos pilares que seguraram o Leão na Série B, mas hoje ele não tem condições de jogar", comentou o internauta em uma publicação no Instagram oficial do clube.

Marcado na postagem, Carleto respondeu: "Aí se preocupe, se sou eu o problema do seu time, eu saio, fica tranquilo". Depois, apagou. Em áudio compartilhado por aplicativo de celular, o presidente do Vitória, Paulo Carneiro, falou sobre o atleta: “Temos uma zaga que Wallace ainda não estreou e é uma opção do treinador. Acho que Carletto está um pouquinho cansado e temos que avaliar a situação dele. Um jogador que foi importante ano passado e estava sendo antes da pandemia”, disse o dirigente.

Carleto é um dos jogadores mais regulares do Vitória. Ele atuou em 20 das 21 partidas disputadas pelo time principal na temporada, 19 delas como titular (só não estão computados os jogos do estadual). Com desconforto muscular, ele só ficou fora do triunfo por 1x0 contra o Confiança, na 7ª rodada da Série B do Brasileiro. 

O lateral esquerdo é o garçom do time. Foram cinco assistências na temporada, todas na Copa do Nordeste, quatro antes da pandemia e uma após a retomada dos campeonatos. Foi dele a cobrança de escanteio que resultou no gol de Vico, no Ba-Vi, e o cruzamento para o de Léo Ceará, contra o River-PI. Foi efetivo também ao tocar para Guilherme Rend diante do Sport e ao lançar Léo Ceará contra o CRB. No entanto, já tem tempo desde a última vez que serviu um companheiro. O cruzamento feito para Jordy Caicedo diante do Botafogo-PB aconteceu no primeiro jogo do pós-retorno, em 22 de julho.

A compensação vem com ele mesmo estufando a rede. Os três gols marcados após a retomada dos torneios, todos de pênalti, contra Sampaio Corrêa, Ceará e Cuiabá fazem dele o vice-artilheiro do time no ano, com cinco - empatado com Alisson Farias. 

Os outros dois gols de Carleto foram da interrupção dos campeonatos, de falta, nos triunfos contra Bahia (2x0) e River (4x1) pelo Nordestão. Isoladamente, participou de 24,3% dos gols do Leão.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mata de São João - BA
Atualizado às 03h06 - Fonte: Climatempo
21°
Muitas nuvens

Mín. 21° Máx. 30°

21° Sensação
8.4 km/h Vento
90.1% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 29°

Sol e Chuva
Quarta (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 30°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias